Boiron
BLOG BOIRON

Tomar diversos tipos de medicamento aumenta o risco de efeitos colaterais?

Quando há necessidade de uso simultâneo de medicamentos, pode ocorrer interações medicamentosas e também o aumento de efeitos colaterais. Por isso, é muito importante que o médico seja informado de quais são os remédios que você faz uso.

Os riscos envolvem desde intoxicações, efeitos adversos ou até mesmo a possibilidade do medicamento não fazer efeito. Pode ocorrer de forma leve,  moderada ou grave. 

Em alguns casos, mesmo cientes do risco, o médico pode decidir pela manutenção da associação de medicamentos, avaliando o risco-benefício que o tratamento traz ao paciente e também monitorando seus efeitos.

Um exemplo é o que ocorre com contraceptivos orais que têm sua eficácia diminuída pelos antibióticos. É ideal usar mais de uma forma de prevenção da concepção quando fizer uso de anticoncepcional. 

Outro caso bastante comum é que o uso de antiácidos diminui a absorção dos anti-inflamatórios, prejudicando seu efeito.

Grupos mais afetados pela interação medicamentosa

  1. Bebês e crianças muito jovens

Isso porque a capacidade de metabolizar medicamentos nesta idade não está completamente desenvolvida.  

  1. Pessoas idosas

Há vários motivos para ser o grupo mais afetado por interações medicamentosas. Primeiro porque, com o envelhecimento, é natural que as pessoas idosas tenham muitos problemas de saúde e, assim, precisem tomar vários medicamentos. Com o tempo, o fígado se torna menos capaz de metabolizar os medicamentos e os rins de eliminá-los do corpo, provocando reações adversas. Além disso, os idosos também são mais sensíveis e propensos a apresentar tontura, depressão, confusão e dificuldade de coordenação, o que os coloca em risco de ter mais quedas e fraturas nesta fase.

  1. Grávidas 

O uso de medicamentos em grávidas pode representar um risco à saúde e ao desenvolvimento normal do feto. Por isso, mulheres grávidas devem evitar medicamentos no primeiro trimestre da gravidez e, em algumas categorias de medicamentos, também no último trimestre. Portanto, se for necessário tomar algum remédio, deve ter sempre a supervisão de um médico.

Lactantes 

Os medicamentos também podem ser transmitidos através do leite materno para o bebê. Alguns não causam nenhum mal, mas outros podem afetar o bebê. Por isso, também na amamentação, o médico deve ser consultado antes da lactante tomar qualquer medicamento.   

Leia também: Líder mundial de homeopatia, a Boiron é reconhecida pela qualidade dos seus produtos.



Medicamentos homeopáticos
Separador
NOSSOS VALORES A MANEIRA BOIRON DE SER Na Boiron, nós acreditamos que existe uma melhor maneira de se sentir bem. A melhor maneira de se trabalhar naturalmente com o seu corpo. Desde 1932, a família Boiron tem se comprometido com o desenvolvimento de medicamentos naturais. Como líder mundial de medicamentos homeopáticos nossa paixão é a saúde completa.

Nossa promessa é sua máxima satisfação.
ver mais
Boiron
PRECISA DE AJUDA? Entre em contato utilizando os dados abaixo, ficaremos felizes em tirar suas dúvidas:


SAC: 0800-724-5858

ASSINE NOSSA NEWSLETTER Assine nossa newsletter e fique sabendo de novidades e promoções!



enviar